Soprano Coloratura
Violonista Clássica  |  Compositora  |  Arranjadora  |  Produtora Musical
 
 
 
 

“A sofisticada e cintilante soprano coloratura de Fluência vocal, notas agudas claras e definidas e um carisma natural” (Opernglas) 

 Acrobacias vocais extremas  levou a intensão de Bruno Maderna de uma arte jocosa direto ao ponto” (Opernwelt)

“A  Erudita mais Pop do Brasil” (Zero Hora, Brasil)

 

Carla Maffioletti é uma das artistas Brasileiras de grande destaque internacional. Sua carreira extremamente versátil  compreende a participação por doze anos como solista da maior e mais bem sucedida companhia de Turnês em concerto pelo mundo ao lado de André Rieu, além de sete anos de carreira  em Teatros de ópera Europeus, entre eles,  o teatro de Lucerna na Suíça. 

Carla Maffioletti  formada em violão clássico pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e pós-graduação em Ópera e Lied no Conservatório de Maastricht na Holanda com a professora Mya Besselink e posteriormente aulas particulares  com a célebre soprano Reri Grist. No Brasil realizou seus estudos de canto com a célebre Neyde Thomas, a professora que a deu sua base técnica e profissional em seu registro de soprano coloratura.  

Em uma agenda de 120 concertos por ano e  gravações de dois DVDs e CDs por temporada, em destaque de suas apresentações com o violinista André Rieu e sua orquestra estão os belíssimos concertos ao ar livre em Viena nos Palácio Schönbrunn e Hofburg, Radio City Hall em Nova Yorque,  os célebres concertos ao ar livre na cidade de Maastricht na Holanda. Em sua terra natal, o Brasil,  vivenciou  o recorde de concertos no estádio Ibirapuera, somando 30 concertos em um público de trezentas mil pessoas em apenas um ano.  O grande alcance de sua carreira se deu devido às frequentes transmissões em  redes de televisão, rádio,  cinema Live e mídia internacionais. Uma de suas célebres performances com o maestro Rieu foi a ária da boneca da ópera  dos Contos de Hoffmann de Offenbach, onde cantou com graça e humor e notas agudas extremas como sua cadência em Lá Bemol 6, em gravações e turnês.

Durante as temporadas 2013/2016 Carla Maffioletti foi contratada como solista do elenco fixo para o Teatro de Lucerna na Suíça. Ela executou com muito sucesso o papel de Scintilla na ópera de Bruno Maderna, Satyricon, considerada o papel mais agudo já escrito para uma coloratura, alcançando um B6, bem como uma estreia mundial como Skulptur (Die Antilope) de Johannes Maria Staud, durante  o Luzerner Festival , bem como os  papéis de Musetta (La Bohéme), Zerbinetta. (Ariadne auf Naxos), Johanna (Sweeney Todd) Héro (Béatrice e Bénedict), Ms. Wordsworth (Alber Herring) e Contessa de Foleville (Il viaggio a Reims) e a estréia mundial de Canto de Sirena em cooperação com o grupo de teatro catalão La Fura dels Baus.

Na temporada de Em sua carreira operística foi membro integrante do elenco fixo de solistas do Statttheater Gießen na Alemanha Entre os mais 20 papéis interpretados estão a Rainha da Noite de Mozart, Olympia de Offenbach, Valenciene – Lehár, Maria Luisa da ópera Goya de Menotti, e como Contessa de Boissy na estréia Européia da ópera Lo Schiavo  de Carlos Gomes em seu idioma original. 

Frequentemente apresenta-se no Brasil em concertos e administrando Master Classes de Canto en Universidades e Festivais. Em 2018/2019 cantou o papel de Teresa na aclamada estreia mundial da ópera ‘O Quatrilho’ de Vagner Cunha ben como em turnês de concertos com a Camerata Ontoarte, com a qual gravou dois Cds. Por dois anos seguidos foi docente da classe de canto solista e jurada do Festival Internacional de Música Gramado in Concert. 

Carla Maffioletti possui uma vasta carreira como produtora, além de assinar os arranjos musicais e arte gráfica de seus trabalhos. Produziu três Cds, Blue Bird, Sentimental e o último Les Chemins de l’Amour com o seu duo Almeh Luz com a soprano Jutta Maria Böhnert, neste se destaca principalmente como violonista como uma volta  à suas origens. 

Dentre suas empresas está o selo musical Almeh Music e, devido a crise do Coronavirus,  Carla e Jutta criaram  uma plataforma de concertos ao vivo sendo transmitidos com vendas de ingressos chamada Spia Live, onde destaca sua filosofia de uma arte que valorize  seus artistas e concientize para uma produção cultural sustentável.

 

Carla Maffioletti fala sete idiomas, português, italiano, espanhol, francês, inglês, holandês e alemão.

Atividades como Docente

2019   Master Class e Artista em residência do V Festival International Gramado in Concert

2018   Master Class e Artista em residência do IV Festival International Gramado in Concert

2017   Masterclass at Faculdade Est Brazil

2016   Masterclaass at Colégio Sinodal (Presto Produções Artísticas), São Leopoldo, Brazil

2014   Masterclaass at Colégio Sinodal (Presto Produções Artísticas), São Leopoldo, Brazil

2013   Masteclass at State University Of Minas Gerais UEMG

2011   Masterclass at Federal University UFRGS – Porto Alegre, Brazil

 

Apreciação Crítica

A sofisticada e cintilante soprano coloratura de Fluência vocal, notas agudas claras e definidas e um carisma natural” [Opernglas]

A Erudita mais Pop do Brasil”  [Zero Hora, Brasil].

Ópera O Quatrilho

Müsica de Vagner Cunha / Libreto José Clemente Posenato

O destaque no quarteto central do elenco é, sem dúvida, para Carla Maffioletti. A soprano consegue conferir à personagem Teresa, em seus momentos de canto, a profundidade que lhe é devida. Nenhuma surpresa, aliás, já que se trata de uma intérprete de carreira mundial e com um apuro vocal capaz de deixar quem a assiste hipnotizado. ”

[Everton Cardoso – Donna Magazine 2018]

Ariadne auf Naxos – Teatro de Lucerna

Müsica de Richard Strauss

“Carla Maffioletti como Zerbinetta não apenas apaga a suposta eterna paixão de Ariadne com coloratura coquete. Já no encontro com o compositor, ela encontra tons intimamente tocantes, que mais tarde possibilitam a solidariedade de uma mulher com a heroína Ariadne. “

[Lucerner Zeirung 2015]

Festival de Lucerna – Estréia Mundia de Die Antilope

Música Johannes Maria Staud / Libreto Durs Grünbein

a ária ao estilo de” Le Grand Macabre “de György Ligeti cantada por

Carla Maffioletti de forma arrebatadora. “

[Florian Fuchs- Neue Merker 2015]

Canto de Sirena – Ópera de Lucerna e Fura dels Baus

Música de Howard Arman, Purcell, Offenbach entre outros

“Seja de cabeça para baixo, girando ou até debaixo d’ água: o canto preciso, sonora e colorida, e Carla Maffioletti em” Les Oiseaux dans la charmille “de Offenbach proporciona o auge da performance com coloratura confiante e jocosa”

[Neue Zürcher Zeitung – Tobias Gerber 2014]

A brasileira Carla Mafioletti foi verdadeiramente heróica de uma perspectiva lírica e teatral.

[El País 2015]

Satyricon – ópera de Lucerna

Música de bruno Maderna

“a excelente soprano Carla Maffioletti, que com suas acrobacias vocais trouxeram a idéia de Bruno Madeira de uma arte alegre ao ponto certo, garantem o nível vocal coeso”.

[OPERNWELT- 2013]

Lo Schiavo – Teatro de Gießen

Música de Carlos Gomes

Lo Schiavo” tem momentos bonitos e lisonjeiros, como a grande ária de Américo, ou a cena da Contessa de Boissy, que tem uma exibição de fogos de artifício coloratura. Uma bela soprano coloratura é a espumante Carla Maffioletti. A fluência vocal, notas claras e um carisma natural atrai sua interpretação de Contessa de Boissy, que ama Américo, mas é rejeitada por ele.

[Revista Opernglas 2011]

Os Contos De Hoffmann – Teatro de Gießen

Música de jacques Offenbach

Título: “Bonequinha Olympia rouba o show das demais mulheres”
(sobre o Hoffmann…) ”Seguro e forte dominou sua parte extensiva com virtuosismo. Igualmente demonstrado em Carla Maffioletti, que brilhou como Olympia, uma boneca automática. Após sua aria-chanson, em cujas coloraturas Offenbach faz a rainha da noite Mozart paracer brincadeira, recebeu o aplauso de cena mais longo desta inteira temporada. E porque nos ” Contos de Hoffmann “um pouco de frivolidade é permitida, Maffioletti encontra-se no final usando um véu-de-noiva, cinta-liga, meia-calça e Corsage, mostrando não só apenas seu meigo fascíneo.”

[Gießener Allgemeine 2010]

Repertório

Source: Operabase.com

2019/20Die SchwätzerInés/OlympiaStadttheater Gießen: Andreas Kowalewitz; D: Astrid Jacob
Jul-Aug 18  carla2018O QuatrilhoTeresaTeatro São Pedro : Vagner Cunha; D: Luis Arthur Nunes
May-Jun 16  carla2017Il viaggio a ReimsGräfin von FollevilleLuzerner (Theater)C: Howard Arman; D: Mentha
Oct 15-Feb 16 carla2017Sweeney Todd Johanna Barker deLuzerner (Theater)C: Pestell; D: Pölzgutter
Jan-Apr 16 carla2017Beatrice et BenedictHéro frLuzerner (Theater)C: Boris Schäfer; D: B Béatrice Lachaussée
Sep-Nov 15 carla2017Albert HerringMiss Wordsworth enLuzerner (Theater)C: Howard Arman; D: Heyder
Apr-Jun 15 carla2016Ariadne auf NaxosZerbinetta deLuzern(Theater)C: Howard Arman; D: Müller-Brandes
Feb-Jun 15 carla2016La bohemeMusetta it Luzern(Theater)D: A Thorwald
Jan-Feb 15 carla2016Cantos de SirenaSopran 1Luzern(Theater)C: Howard Arman; D: Padrissa
Sep 14 carla2016Die Antilopeeine Kollegin/eine Frau/die SkulpturLuzern(Theater)C: Howard Arman; D: Mentha
Feb-Apr 13carla2013SatyriconScintillaLuzern(Theater)C: Wendeberg; P: Pölzgutter
Sep 11-Jan 12carla2012Le nozze di FigaroBarbarina itGiessenC: Spierer; P: Goritzki
Jun 11carla2011GoyaMaria-Luisa itGiessenC: Spierer;
Mar-Jun 11carla2011Le nozze di FigaroBarbarina itGiessenC: Spierer; P: Goritzki
Jan-Mar 11carla2011Lo schiavoLa Contessa die Boissy itGiessenC: Spierer; P: J Rathke
Nov 10-Feb 11carla2011Die lustige WitweValencienneGiessenC: Jan Hoffmann / Gietzen; P: Henry Arnold
Sep 10-Jan 11carla2011Die ZauberfloteDie Königin der NachtGiessenC: Spierer / Gietzen; P: Gerd Heinz
Sep-Nov 10 carla2011Die Grossmutige TomyrisMeroeGiessenC: Michael Schneider; P: Hovenbitzer
May-Jul 10 carla2009Der RevisorMarjaGiessenC: Gietzen; P: Miville
Mar-Jul 10 carla2009Les contes d'HoffmannOlympiaGiessenC: Spierer; P: Uwe Schwarz
Dec 09-Feb 10carla2009Sigurd DragedraeberDer RabeGiessenC: Gietzen; P: Carsten Fuhrmann
Sep 09-Feb 10carla2009Die ZauberflotePapagenaGiessenC: Spierer; P: Gerd Heinz